HOME SITE

Últimas Novidades:

mai
25
2015

Hornet saiu de linha, mas deixou saudades.

O Brasil era o maior mercado da Honda CB600F Hornet, apenas atrás da Itália, onde motocicletas de alta cilindrada são tradição. Quase 50 mil unidades foram vendidas aqui, em dez anos, resultando na liderança do segmento Naked. A moto foi considerada um ícone, e fez muito sucesso em função das características esportivas, como chassis de alumínio, visual matador e ronco desigual.

Entretanto, apesar de não ser a esportiva mais cara, custando cerca de R$32 mil, ela não sobreviveu à pressão do mercado, principalmente europeu, onde concorrentes como a Kawasaki Z750 (e posteriormente a Z800) secaram sua fonte ímpar de popularidade. Além disso, opções mais simples e de preço mais competitivo – como a Yamaha XJ6 – também fizeram pressão para que uma nova geração de motocicletas se apresentasse.

 

A identidade da sucessora.

(Imagem: Divulgação)

Marcos Paulo Monteiro, gerente de planejamento de produto da Honda, explica que a nova CB650F não é a nova Hornet, pois não possui o mesmo apelo esportivo. O objetivo da montadora foi justamente tornar a linha um tanto mais acessível. Os “horneteiros”, por sua vez, devem entender isso de outra forma: A queda de 102 para 87cv é grande, mas atraiu mais compradores por conta da autonomia extendida, ergonomia reprojetada para ambientes urbanos e curva de torque menos brusca. Isso sem contar que a nova moto já é líder do segmento Naked, com mais de 650 unidades vendidas entre seu lançamento e os dois primeiros meses de 2015.

Todavia, a CB650F não é uma opção nas próximas compras de quem já possui uma Hornet, que já esperam ansiosos por um resgate à essência. Talvez até com um toque mais apimentado, e 800 cilindradas!

E você, sentirá saudades do zangão mais envenenado das estradas?

out
13
2014

Desperte o louco por tatuagem que existe em você.

Lembra a história do Bochão e da Andreia que contamos há alguns dias? (Caso não se lembre, é só clicar aqui.)

A gente curtiu tanto o que aconteceu que nos inspiramos na atitude deles para criar um aplicativo irado, com tatuagens que você pode simular na pele. Saca só como é fácil de usar: acesse a página do Facebook da Magnetron e clique na aba do Tattoo Machine. Lá você seleciona sua foto, escolhe uma tattoo, posiciona a ilustração sobre a pele e pronto. Salve o resultado ou compartilhe na hora com seus amigos.

Tattoo Machine. O aplicativo para quem é louco por tatuagem.

Além disso, você ainda tem a chance de aparecer no Hall dos Tatuados: um espaço disputado que vai divulgar as tatuagens mais maneiras e originais feitas no aplicativo.

E aí, vai encarar? Agora que você já sabe como funciona, clique para acessar o aplicativo e mande ver na sua tattoo.

ago
15
2014

O painel da sua moto não é mais o mesmo. Entenda essa evolução.

Antes analógico, o painel de moto evoluiu e hoje marca muito mais que quilometragem e velocidade. Será que você sabe o que significam todas as informações mostradas nele?

Apesar das scooters e motos com baixa cilindrada terem apenas informações básicas em seus paireis, já existem motos, como a Super 50, da Dafra, com instrumentos bem mais completos, como: hodômetros total e parcial, indicadores de direção, conta-giros e indicador de seleção de marchas, além do marcador de combustível, quilometragem, indicativo de óleo, bateria.

painel-honda-cb-600-rr

Close da Honda CB 600 RR. Painel esportivo com tacômetro eletrônico e mostrador analógico

 

No começo de tudo, só existia o marcador de velocidade. Hoje, os painéis mais modernos são verdadeiros computadores de bordo. Em alguns casos, como o da italiana Ducati Diavel, a tela de cristal líquido permite até o controle da altura do farol. Nada espantoso para uma moto que custa R$ 80 mil.

A evolução dos painéis incluiu o hodômetro (onde o piloto poder ter uma média de controle do combustível consumido), o conta-giros e, em alguns casos, o hodômetro parcial, em motos pequenas. Até o marcador de combustível teve um upgrade, com nível de indicação precisa. Os chineses trouxeram a tecnologia dos indicadores de marchas no painel, no caso de motos de alta cilindrada.

As motos mais potentes e caras têm no painel o indicativo da relação da potência, nível de cavalaria e até mesmo o período de manutenção – quando deve trocar o óleo, bateria, etc. Já em algumas motos com painel esportivo, o piloto pode usar um “timer” com a média parcial de um local a outro.

O especialista Israel Lisboa explica que a tendência agora é dos painéis com GPS, para aqueles que adoram viajar. “Eles são aliados importantes e fundamentais para os condutores de duas rodas, com dados importantes para a pilotagem segura”, defende.

Na hora de trocar o painel da sua moto não esqueça de avaliar sempre se ele tem boas conexões elétricas, fios específicos e terminais banhados por estanho. Os modelos da Magnetron são assim. E o melhor é que não desgastam e têm qualidade muito superior aos similares do mercado. Mas o grande diferencial está nos velocímetros, que são de ponteiro para garantir uma marcação precisa. Fica aí a dica.

 

Com informações do Diário do Nordeste

 

 

jul
07
2014

Um casal louco por moto gravou na pele a nossa campanha.

A gente sabe que história boa é aquela que rende mais uma, mais outra, e por aí vaí. Foi seguindo essa trajetória cheia de novidades que encontramos uma surpresa irada no meio do caminho. Saca só o que aconteceu.

Com uma sequência de anúncios que mostravam a tatuagem “Toda paixão começa com uma faísca” em várias partes do corpo, apresentamos as velas de ignição da Magnetron.

Logo após o lançamento da campanha, recebemos uma mensagem da Andréia em nossa página do Facebook agradecendo pela inspiração. Junto com o recado estava uma foto do braço dela e de seu marido – o Bochão – tatuados com a frase e o desenho da campanha das velas da Magnetron.

Além disso, o casal também incluiu na arte o nome deles, transformando a tatuagem em uma declaração. Imagine a nossa emoção em fazer parte dessa história.

tatuagem-magnetron

Publicação de Bochão Garcia.

Foi aí que entramos em contato com eles e descobrimos que o casal está junto há 20 anos e, assim como a gente, também são loucos por motociclismo.

Um casal louco por moto gravou na pele a nossa campanha.

Convidamos o Bochão e a Andréia para visitarem nossa fábrica, preparamos uma surpresa para eles e… Bom, para saber o resto da história você precisa dar play no vídeo.

Louco tudo isso que aconteceu, não acha? Clique aqui e encare a máquina de tatuagem da Magnetron.