Louco por moto? Fique ligado na lista com as 10 mais potentes do Brasil.

magnetron
magnetron
10 dez 2014

Essa é para os loucos por moto que estão sempre de olho nos melhores modelos das pistas. A Revista Quatro Rodas lançou uma lista irada com as 10 motos mais potentes do Brasil. E aí, vai encarar?

 

10°: HONDA CBR 1000RR Fireblade

HONDA-CBR-1000RR-Fireblade

(Foto: Divulgação)

Com 178,1 cavalos de potência, ela ganha território na pista com seu motor quatro cilindros em linha, projetado para alcançar altas rotações.

9°: YAMAHA YZF-R1

Yamaha-YZF-R1

(Foto: Divulgação)

Falou em potência é com ela mesmo. Seu grande destaque é o sistema “Crossplane”, no qual os pistões do motor trabalham de forma assimétrica para garantir uma aceleração muito mais constante.

8°: SUZUKI B-KING

Suzuki-B-King

(Foto: Divulgação)

É claro que ela não poderia ficar de fora. Com 184 cavalos de potência, o grande destaque vai para o motor de 1.340 cc “domado” da Hayabusa. Ele conta com um sistema de injeção eletrônica de Dupla Válvula de Borboleta Suzuki (SDTV) que é uma verdadeira mão na roda: reduz o consumo de combustível e entrega respostas muito mais precisas ao piloto.

7°: SUZUKI GSX-R 1000

SUZUKI-GSX-R-1000

(Foto: Divulgação)

Sabe o que faz essa moto ser assim, tão irada? O seu sistema SCAS (Suzuki Clutch Assisted System), que ameniza o retorno de torque reverso e dá um jeito de deixar as reduções de marcha e acionamento do manete muito mais suaves.

6°: BMW HP4

BMW-HP4

(Foto: Divulgação)

Essa aqui tem lugar reservado na lista. Com apenas 169 quilos, ela entrega 193 cavalos de potência e conta com diversas peças em fibra de carbono.

5°: DUCATI 1199 PANIGALE S SENNA

DUCATI-1199-PANIGALE-S-SENNA

(Foto: Divulgação)

É tanta potência que só poderia ser moto de campeão. Com 195 cavalos a 10.750 rpm, a edição é limitada a 161 unidades. Afinal, é o mesmo número da quantidade de GPs de Fórmula 1 disputados pelo piloto brasileiro.

4°: SUZUKI HAYABUSA GSX1300R

SUZUKI-HAYABUSA-GSX1300R

(Foto: Divulgação)

Abram espaço para o Falcão-peregrino da Suzuki. Com 197,2 cavalos de potência a 9.500 rpm, o modelo traz freio ABS com pinças monobloco e montagem radial Brembo.

 

3°: MV AGUSTA F4 RR

MV-AGUSTA-F4-RR

(Foto: Divulgação)

Não é a toa que o modelo entrou na seleção. Capaz de gerar até 200,8 cavalos de potência a 13.400 rpm, a moto conta com freios ABS com pinças Brembo M50, controle de tração em oito níveis, sensor de inércia e sistema de acelerador eletrônico.

2°: KAWASAKI NINJA ZX-10R

Kawasaki-Ninja-ZX-10R

(Foto: Divulgação)

É potência que não acaba mais. Com 209,9 cavalos a 13.000 rpm e torque máximo de 11,4 mkgf a 11.500 rpm, o modelo pesa 201 quilos e conta com o inédito sistema S-KTRC com três modos: esportivo, esporte-urbano e uso em piso molhado.

E o primeiro lugar vai para:

1°: KAWASAKI NINJA ZX-14R

KAWASAKI-NINJA-ZX-14R

(Foto: Divulgação)

No topo da potência brasileira está a superesportiva Kawasaki Ninja ZX-14R. Ela lidera com um motor de 1.441 cc e entrega até 210 cavalos a 10.000 rpm, 15,7 mkgf e torque a 7.500 rpm. E pra domar tudo isso? Muitos mapas de injeção e controle de tração regulável.

Agora conta aí: qual é a moto que mais acelera a sua paixão pelas pistas?

Via Quatro Rodas. 

 

Nação 2 Rodas
E-mail
Nome Completo
Data de Nascimento
Telefone
Seu Estado
Sua Cidade
Empresa
Ocupação

ATENÇÃO! Cuidado com o golpe do boleto bancário falso.