Você sabe como deixar sua moto atraente para a venda? Algumas dicas simples podem te ajudar a fazer bons negócios.

magnetron
magnetron
10 jan 2014

Quando a ideia é vender sua moto, você precisa deixá-la o mais atraente possível. Esse esforço facilitará a tarefa da venda e ajudará você a obter um valor mais alto. Selecionamos alguns pontos importantes que devem ser levados em consideração para que você ofereça um produto melhor e impressione os potenciais compradores.

Você sabe como deixar sua moto atraente para a venda? Algumas dicas simples podem te ajudar a fazer bons negócios.

CRIE UM ANÚNCIO ONLINE

O número de pessoas que procuram motocicletas e automóveis na web aumenta a cada dia. Por isso, é fundamental criar um anúncio online, com fotos que valorizem a sua moto e um texto objetivo com detalhes sobre o modelo.

Como vender uma moto online

Exemplo de um foto bem tirada para o anúncio online: boa definição e luz são essenciais! Foto: Toby Keller / Creative Commons

APARÊNCIA 

Apresentar sua moto em bom estado de uso também é importante. Lavá-la e encerá-la vão ajudar a causar uma boa impressão. Limpe as rodas, os discos e lubrifique a corrente. Desengraxe o braço oscilante – lubrificante velho acumulado na corrente gera um aspecto negativo.

 

PREÇO

Provavelmente você já imagina o quanto quer receber pela sua moto mas é importante ser realista. Quilometragem, idade da moto e histórico interferem no preço. Se você estiver com pressa para vender, talvez seja melhor oferecer um valor menor que o do showroom.

CRIANDO SEU ANÚNCIO

O anúncio é a vitrine do produto. Descreva a moto corretamente, com os pontos fortes e fracos dela. Não ultrapasse a verdade. Mentir só vai fazer com que você e os potenciais compradores percam tempo.

PASSO A PASSO

– Escolha um dia ensolarado e um lugar bonito para fotografar sua moto.

– Descreva com precisão a marca e o modelo: não é só Honda VFR, mas sim Honda VFR 800 Fi.

– Capacidade do motor: a moto é uma Bandit 600 ou 1200? Toda informação é fundamental.

– IPVA e vistoria: informe a situação dos documentos da moto.

– Quilometragem: é a primeira coisa que irão te perguntar. Seja sincero.

– Número de proprietários: informe se foram poucos ou muitos.

– Garantia: a moto ainda está dentro da garantia do fabricante?

– Extras: bagageiro, punhos aquecidos e alarme.

– Diga a cidade onde a motocicleta se encontra: ninguém quer viajar 400km para ver uma Honda CG.

– Contato: o ideal é informar o telefone fixo e o número do seu celular. Se preferir, faça os contatos via-email. Só tome o cuidado para as mensagens não serem encaminhadas para a pasta de spam.

 

LIDANDO COM OS COMPRADORES

Seja paciente e educado. Os compradores vão querer saber tudo sobre a moto, tenha certeza de saber quantos donos ela teve, quando e como foi a última revisão e saiba explicar o porquê de ela ter sido uma boa moto para você. Não forneça informações desnecessárias pelo telefone e marque as visitas durante o dia, sempre em lugares públicos. Deixe o comprador em potencial olhar a moto e fazer perguntas. Para facilitar, aponte os melhores pontos da motocicleta.

 

TEST DRIVE 

Essa é uma situação delicada: ninguém é obrigado a concordar com um pedido de teste, mas….você compraria uma moto sem testar primeiro? Antes de ceder sua moto para o teste, verifique a identidade e a habilitação para conduzir motos do potencial comprador. Indique uma rota boa e curta para o teste, de preferência uma que você tenha visão geral do percurso. Diga que você espera que ele volte em menos de 20 minutos. Certifique-se de ficar com os documentos e as chaves do veículo do possível comprador até o final do teste.

Na hora do test drive, lembre-se de estabelecer um percurso e ficar com o documento do possível comprador. Foto: Mani Babbar / Creative Commons

Na hora do test drive, lembre-se de estabelecer um percurso e ficar com o documento do possível comprador. Foto: Mani Babbar / Creative Commons

 

CONTRA OFERTA

A pechincha é algo muito comum em transações de motocicletas. Esteja preparado para aceitar uma pequena redução no seu preço com boa vontade. Afinal, você cobrou um pouco mais para que pudesse aceitar contra ofertas e pedidos de desconto. No entanto, se o preço ficar abaixo do seu limite, não venda. Pense bem: vale a pena vender mais rápido e receber um pouco menos do esperado ou vale mais a pena aguardar por uma proposta melhor?

RECEBENDO O PAGAMENTO

Dinheiro é a moeda ideal para operações menores e transferência é a melhor opção para quantidades maiores. Cheque pessoal ou empresarial pode demorar pelo menos três dias úteis para ser debitado. Importante: verifique se a quantia entrou em sua conta bancária antes de entregar a moto. Após o recebimento do dinheiro, transfira a propriedade da motocicleta para o comprador com o devido reconhecimento de firma em cartório e informe a venda no Detran de sua cidade ou estado.

E você, tem alguma dica para ajudar quem está pensando em vender a moto? Comente aqui suas experiências.

 

 

Fonte: Ultramotors

Nação 2 Rodas
E-mail
Nome Completo
Data de Nascimento
Telefone
Seu Estado
Sua Cidade
Empresa
Ocupação

ATENÇÃO! Cuidado com o golpe do boleto bancário falso.